SOBRE A ATRAÇÃO

Localizada no município de Buritinópolis, esta caverna é singular dentre todas as cavidades já descobertas na APA Nascentes do Rio Vermelho, devido a grandiosidade de seus salões e beleza dos espeleotemas. A entrada “principal” da cavidade dá-se na base de um grande paredão ao fundo de um “vale cego” de escarpas com 80m de altura em média que direciona o Córrego das Dores até o vale onde deságua no Rio Vermelho. Como se não bastasse, além da entrada principal a mesma possuí uma janela colossal que ajuda a tornar essa cavidade ainda mais especial.

A caverna logo na sua entrada apresenta um pequeno lago e várias quedas d’água em seu interior. Durante o percurso dentro desta caverna percebe-se vários atrativos, tais como uma pequena cachoeira, um segundo lago, espeleotemas de formações curiosas e raras.

Acesso moderado
16 km de Mambaí por asfalto em excelente estado de conservação. Do estacionamento a entrada da cavidade são apenas 250m de caminhada em meio as pastagens mais 80m de descida razoavelmente íngreme. Dentro da caverna em diversos pontos é necessário prestar bastante cuidado por andar entre as rochas com risco de escorregar-se. O contato com a água é obrigatório durante algumas partes do trecho e a subida, embora seja curta é bastante íngreme.

Recomendações
Protetor solar, repelente, roupas leves e de secagem rápida, calçado fechado apropriado ou sandália tipo papete, água e lanches rápidos e leves.